Geografia

A construção das paisagens terrestres

As características da Terra resultam de uma conjugação de fatos e fenômenos que ocorreram ao longo da história de nosso planeta. Alguns detalhes desses acontecimentos podem ser muito úteis para facilitar a compreensão dos principais aspectos de nossas paisagens. Antes veja um slide com algumas ilustrações e depois prossiga no texto abaixo.

 Enquanto cresciam e se formavam, por agregação de poeira cósmica e de todos os tipos de astros que com eles se chocassem, os planetas, incluindo a Terra, eram grandes bolas incandescentes constituídas de material rochoso e metálico em estado semissólido.

Não esqueça de colocar nos comentários o que achou destas e outras aulas aqui do Planeta Enem.

À medida que evoluía a constituição dos embriões de planetas, o processo de fusão de matéria arrefecia, o bombardeio de astros escasseava e as “bolas de fogo” resfriavam, perdendo calor e atividade.

Com o resfriamento, as camadas superficiais solidificam-se e o material mais denso, sobretudo os metais pesados, ainda em estado fundente, tende a acumular-se nas regiões mais profundas e centrais dos planetas.

Em alguns deles as fontes de calor e de energia – capazes de manter a fusão de materiais e as reações entre componentes mesmo nas camadas mais interiores – esgotaram-se completamente. Esses planetas converteram-se em massas inertes de material sólido, sem qualquer tipo de atividade.

Mas esse não foi o caso do nosso planeta.

Nas camadas internas da Terra, as fontes de calor e de energia ainda não se esgotaram. Provavelmente são responsáveis por intensos movimentos, que repercutem de várias maneiras na superfície do planeta.

Tudo se passa como se no interior de nosso planeta existisse uma espécie de fornalha que mantém boa parte da matéria em condições semissólidas e submetidas a movimentos muito parecidos com aqueles que observamos, por exemplo, na água que ferve em um fogão.

Resfriamento da Terra

Graças, em grande parte, a esse movimento interior, que denominamos “movimento de convecção”, tudo que existe na superfície da Terra também se movimenta.

O conhecimento e a pesquisa dos detalhes dessa dinâmica permitiram aos cientistas formular um modelo para representar a estrutura da Terra e as diversas camadas que a compõem.

Existem fortes indícios de que, no caso específico da origem da água presente nos oceanos, possa ter havido uma grande contribuição dos cometas que, no início do sistema solar, frequentemente se chocavam com a Terra. A maior parte de um cometa, principalmente a cauda luminosa, com milhões de quilômetros de extensão, é constituída de água congelada.

As camadas internas – manto, núcleo externo e interno – distinguem-se em função do tipo e do estado dos materiais que as compõem. Como dissemos, os elementos mais pesados, em estado fundente, concentraram-se no interior do planeta, onde a grande quantidade de calor os mantém em estado não sólido, ou seja, líquidos ou pastosos.

Entre o manto e a litosfera há uma camada intermediária, em alguns lugares de espessura semelhante à da crosta terrestre (nome com o qual identificamos o conjunto hidrosfera e litosfera), denominada astenosfera. A denominação deve-se ao fato de apresentar características mais maleáveis (do grego asthenes, que significa fraco, plástico) do que as das rochas que compõem a litosfera.

Os movimentos de convecção, a que há pouco nos referimos, ocorrem intensamente na astenosfera e desencadeiam forças poderosas, que afetam toda a superfície terrestre.

De certa maneira, essas forças são responsáveis, direta ou indiretamente, por todas as variações de formas que vemos na crosta, das altas montanhas aos fundos dos oceanos, e por todas as .atividades que aí se desenvolvem, como os tremores de terra e as erupções vulcânicas.

Nem as grandes massas continentais existiriam, na forma como as conhecemos hoje, se não fossem os movimentos provocados na crosta por forças desencadeadas a partir dos movimentos de convecção da astenosfera.

Fontes para a Aula A construção das paisagens terrestres:

Artigos relacionados

Fechar